15 ago. 2011

Habitação Para Todos (24.7)

Projeto vencedor da categoria Casas Térreas no concurso Habitação Para Todos, promovido pelo CDHU e o IAB-SP e desenvolvido pelo escritório de arquitetura 24.7 (Inácio Cardona Giuliano Pelaio, Gustavo Tenca e Saulo Feliciano) 

parabens Giu !!!!








Nesta segunda-feira, dia 20 de setembro, foram divulgados os vencedores do concurso nacional de arquitetura produzido pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil. O projeto de habitação de interesse social sustentável foi muito bem representado pelo 24.7 Arquitetura que ganhou o primeiro lugar na categoria casas térreas.
" O maior interesse e desafio deste projeto foi a busca por uma solução lógica e racional capaz de demonstrar que a qualidade de habitação não deve corresponder ao padrão econômico de uma determinada classe social, mas sim aos conhecimentos técnicos do seu momento histórico, rompendo um paradigma antigo e dominante de que as casas populares devem ser marcadas pela simplicidadde de suas construções conclui Giuliano Pelaio, sócio do 24.7.
Para Gustavo Tenca e Inácio Cardona,também sócios do escritório, o maior objetivo consistiu na idealização de uma casa compacta, que também tivesse uma bela aparência. "Pensamos nos espaços livres dentro de suas dependências, sem deixar de lado, a qualidade visual e volumétrica das mesmas. A preocupação com a fachada, com a identidade, a heterogeneidade e a descompactação do tradicional modelo da casa retangular, além da sustentabilidade,foram pontos chaves na elaboração da nossa proposta".
O projeto feito pelo grupo tem como principal foco a sustentabilidade, visando os seguintes aspectos: Otimização de recursos, Diminuição do consumo energético, Diminuição de emissões de resíduos, Melhoria da saúde e bem estar dos usuários e Diminuição do preço e manutenção das casas.
Também foram organizados outras cinco categorias de projeto: casas escalonadas, sobrados, edifícios de três pavimentos, edifícios de quatro e cinco pavimentos e edifícios de seis e sete pavimentos.





+ info

No hay comentarios:

Publicar un comentario